quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Aviação investe em combustível à base de cana-de-açúcar com apoio brasileiro

A Aviação Brasileira está em busca de alternativas para o combustível de aeronaves e desenvolvimentos recentes indicam que as empresas do ramo de pesquisa e inovação, com o apoio de fabricantes, entraram na corrida por um produto eficiente, com maturidade tecnológica e preço competitivo.

A Embraer e a Amyris, empresa especializada em biotecnologia e que desenvolve biocombustível produzido a partir da cana-de-açúcar.

A Embraer acredita que seu primeiro jato abastecido com essa fonte mais limpa cruze os céus já no ano que vem.

Fonte: http://correiodobrasil.com.br/aviacao-investe-em-combustivel-a-base-de-cana-de-acucar-com-apoio-brasileiro/291045/

Oportunidades chegando ao Rio de Janeiro

As oportunidades começam a aparecer aqui na Cidade Maravilhosa e muitos investimentos estão aportando no Rio de Janeiro devido a aproximação de dois grandes eventos mundiais como a Copa do Mundo e as Olimpíadas. Além destes eventos a cidade e o estado também estão se tornando atrativos devido a indústria do petróleo, como é o caso de Macaé e toda a Bacia de Campos. O Porto de Sepetiba, que agora se chama Porto de Itaguaí, também é um atrativo a mais principalmente para a área de transportes. Pegando carona nesta onda a famosa fabrica de motores e turbinas Rolls-Royce está de olho na defasagem da formação de mão de obra no Brasil, estuda a possibilidade de investir na construção de um centro de treinamento no Rio de Janeiro. O objetivo é não somente capacitar os próprios funcionários, como os de seus clientes.

O investimento no centro poderá ultrapassar os US$ 60 milhões e a expectativa é de que a decisão sobre o investimento saia dentro de até seis meses,como informou o presidente para América do Sul, Francisco Itzaina.

Atualmente, a Rolls-Royce tem quatro outros centros de treinamento, sendo dois na Inglaterra, um nos Estados Unidos e o outro em Cingapura.

A Rolls -Royce adquiriu um terreno na região de Santa Cruz, bairro da zona oeste da Cidade onde pretende instalar a fábrica de turbogeradores e do centro de treinamento.

Para a nova unidade de montagem de turbinas, haverá a geração de cerca de 100 postos de trabalho no Rio.

Como a unidade deverá entrar em funcionamento no final de 2012, e a equipe já foi montada, a expectativa é de que os funcionários sejam treinados em parceria com o Senai.

Fonte: http://economia.ig.com.br/empresas/industria/rollsroyce

Rodas e Freios







O conjunto das rodas permite a rolagem do avião no solo e sua frenagem. As partes principais são:

a) Pneu, cuja funcção é proporcionar atrito elevado com o solo e absorver pequenos impactos;

b) Roda propriamente dita, que é a parte central que suporta o pneu;

c) Freio, responsável pela frenagem do avião, permitindo manobras no solo através da frenagem diferencial ou assimétrica aplicada pelo piloto.

SISTEMA DE FREIO

Na maior parte dos aviões, os freios são acionados pelos mesmos pedais do leme de direção, porém , através de movimentos diferentes efetuados pelo piloto.Outros aviões podem ter quatro pedais, dois para o leme e dois para os freios.

TIPOS DE FREIOS

Existem dois tipos principais de freio : freio a tambor e freio a disco.

Freio a tambor

Este freio é constituído por um tambor , em forma de panela, dentro do qual existem sapatas ou lonas que se atritam na superfície internas do mesmo, provocando a frenagem da roda.

O funcionamento do sistema é relativamente simples. Quando ele se encontra em repouso, uma mola mantém as sapatas afastadas do tambor, mas quando o freio é aplicado, um fluido hidráulico ( óleo) é pressionado através de um tubo, fazendo o cilindro do freio comprimir as sapatas contra as superfícies internas do tambor.

Freio a Disco

Esse freio é constituído por um disco preso ao cubo da roda, girando juntamente com este. O disco gira entre as pastilhas de uma pinça, que o comprimem quando o freio é acionado.

MEIOS DE ACIONAMENTO DOS FREIOS

Os freios mencionados anteriormente são acionados hidraulicamente, através da pressão aplicada nun fluido. Praticamente todos os aviões usam esse sistema de acionamento. Existem ainda os sistemas mecânicos, que usamcabos, alavancas etc., como os freios de estacionamento dos automóveis . Os caminhões pesados e os trens utilizam sistemas pneumáticos a ar comprimido.

O freio de estacionamento mais comum consiste simplesmente num mecanismo que permite manter travados os pedais de freio depois de acionados. É possível utilizar outros sistemas, como cilindros hidráulicos acionados manualmente ou mesmo sistemas mecânicos.


CLASSIFICAÇÃO DAS SUPERFÍCIES DE COMANDO

Existem dois tipos básicos de superfícies de comando : superfícies primárias ou principais e superfícies secundárias.

Superfícies primárias : São aquelas que através do seu acionamento influenciam diretamente o movimento de rotação de um dos eixos da aeronave.

  • Aileron
  • Leme de direção
  • Profundor

Superfícies secundárias : São aquelas que não influenciam diretamente os movimentos da aeronave.

  • Flape
  • Spoilers
  • Compensadores do Aileron
  • Compensadores do profundor
  • Compensadores do leme de direção

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Da série questões comentadas

Para aqueles que estão se empenhando nos estudos para a prova de Mecânco de Manutenção da ANAC, lanço aqui uma série de questões elaboradas por mim com comentários baseados no material didático aplicado pela própria ANAC. Hoje temos aqui 6 questões de aviônica da disciplina Comunicações.


1-Quando uma onda irradiada deixa a antena, parte da energia se propaga pelo solo, acompanhando a curvatura da terra. Esta onda recebe a denominação de:

a) Onda espacial;

b) Onda terrestre;

c) Onda Ionosférica

Comentário : Quando uma onda irradiada deixa aantena, parte da energia se propaga pelo solo, acompanhando a curvatura da terra e é chamada“onda terrestre”. O resto da energia é irradiado pelo espaço em todas as direções. As ondas que atingem o solo entre o transmissor e o horizonte recebem o nome de “ondas espaciais”. As ondas que deixam a antena em um ângulo maior do que o formado pela antena e o horizonte são as “ondas celestes” ou “ionosféricas”.

2- Na transmissão de freqüências relativamente baixas, a maior parte da energia irradiada encontra-se na :

a) Onda terrestre;

b) Onda espacial;

c) Onda Ionosférica.

Comentário : Na transmissão de freqüências relativamente baixas, a maior parte da energia irradiada está na onda terrestre. Como o solo é um mau condutor, a onda terrestre é atenuada rapidamente e, portanto, não é eficaz para transmissão a grandes distâncias a não ser que se utilize muita potência.

3- Como se chama o ponto entre a máxima distância de irradiação efetiva da onda terrestre e o ponto em que a primeira onda ionosférica volta à terra ?

a) Zona de impacto;

b) Zona de sombra;

c) Zona de silêncio.

Comentário: A onda terrestre só é eficiente parapequenas distâncias. Portanto, a zona entre a máxima distância de irradiação efetiva da onda terrestre e o ponto em que a primeira onda ionosférica volta à terra é uma área sem sinais de rádio chamada “Zona de Silêncio”.

4-Como é chamada a transmissão de freqüências superiores à freqüência crítica que se propaga em linha reta?

a) Transmissão direta;

b) Transmissão de Horizonte ótico;

c) Transmissão de linha de visão.

Comentário: Como resultado, a única onda irradiada que pode ser usada para transmissão nessas freqüências é a que se propaga em linha reta da antena transmissora para a receptora. Este tipo de transmissão é chamado “Transmissão de horizonte ótico”, e a onda irradiada é uma “onda direta”.

5- O que significa o termo Fading ?

a) Oscilações no sinal de saída de um transmissor;

b) Variação na intensidade do sinal defasado que chega ao receptor ;

c) Variação na irradiação do sinal na entrada do receptor.

Comentário: Às vezes, uma antena receptora capta dois sinais provenientes da mesma antena transmissora e que percorreram caminhos diferentes, por exemplo: um sinal pode ser recebido diretamente da antena transmissora e o outro ser refletido por um objeto, digamos um avião. O resultado é uma variação na intensidade do sinal que chega ao receptor, denominada desvanecimento (“Fading”).

6-Qual o outro nome dado a antena Dipolo de meia onda ?

a) Antena Faca

b) Antena dobrada;

c) Antena doublet ou Hertz

Comentário : Quando os fios de uma linha de transmissão aberta são dobrados em ângulo reto com a linha, em um ponto distante um quarto de comprimento de onda do extremo aberto, forma-se uma antena simples conhecida como “Dipolo de meia onda” (“doublet”) ou “Antena Hertz”.