segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Formação teórica ou prática ? Quando a habilidade se torna fundamental,mas sem perder de vista os conhecimentos teóricos .

Na manutenção de aeronaves é fundamental que o mecânico conheça os detalhes de cada componente e que tenha a noção sistêmica dos conjuntos destes, que são os responsáveis pelo funcionamento do avião. Para isso, é necessário que o mecânico tenha a formação teórica calçada nas diretrizes emitidas pelos fabricantes e autoridades aeronáuticas ,mas é de suma importância que junto com a teoria sejam desenvolvidas também as habilidades, que só é possível através das aulas práticas. Hoje há uma metodologia chamada de OJT (on the job training) ,que significa treinamento no local de trabalho, e tem surtido muito efeito. Há quem diga que com essa metodologia é possível reduzir a carga horária dos treinamentos teóricos,mas ressalto aqui que é muito preocupante quando se pensa em reduzir a teoria ao mínimo, pois o desequilíbrio destas cargas horárias podem fazer que na formação de mecânicos somente sejam levadas em consideração as habilidades e, isso, pode levar a um cenário de profissionais que não terão capacidade de raciocínio em determinadas situações por desconheceram a teoria, o que pode colocar em risco suas atividades e influenciar diretamente na segurança de voo. Quando negligenciamos a parte teórica em prol da prática, estamos influenciando diretamente no comportamento do profissional de manutenção e criando um profissional que terá plenas condições de resolver determinadas panes ,mas se for necessário uma análise crítica para a solução de uma pane mais complexa, a carência da teoria será sentida. Por isso, sou a favor de que a prática seja sempre aplicada a qualquer treinamento de manutenção , mas que seja de uma maneira proporcional que não cause um desequilíbrio. As escolas de formação de mecânico deveriam estruturar bons laboratórios de aulas práticas para que o aluno pudesse imediatamente, após aplicação de um conceito teórico, aplicá-lo na prática, para que se pudesse reter melhor o conhecimento e favorecer o desenvolvimento das habilidades necessárias. As empresas aéreas e as de manutenção devem rever os seus programas de treinamento e adotarem uma formatação que seja mais abrangente, que proporcione a formação integral do mecânico e não leve em consideração somente a parte técnica, mas também os aspectos comportamentais. Hoje temos no mercado um treinamento chamado de "fatores humanos na manutenção", exigido por diversas autoridades aeronáuticas no mundo e que visa estimular a mudança comportamental, não só do mecânico como também das chefias e da organização.

7 comentários:

the boss disse...

hola, buen blog, tengo un blog de cazas de combate,

http://cazasdecombate.blogspot.com/

y era si quieres para intercambiar enlaces,
Para cualquier cosa ponme un comentario en mi blog, indicando tu pagina web.
Gracias y un Saludo.

daniellbrasilia disse...

Concordo plenamente josé carlos lendo esse blog sobre treinamento lembrei da escola em que eu cursei não tem quase estrutura nenhuma pra atender o alunos na parte prática. Mas me desculpe a pergunta espero que ela chegue aos seus olhos, é que tenho CCT em GMP, e tenho duas duvidas antes de começar nesta área, quando você começou a trabalhar na aviação você encontrou muita dificuldade sei que é um ramo complexo porque fiz curso e você sabe melhor do que eu, e como eu começo a procurar emprego nesta área é que não tenho referências, como posso me informar de vagas de mecânicos seja na avição civil ou empresas pequenas. Já fiz pergunta nesse blog e agradeço pelas respostas que você me enviou e sempre o acompanho.

Carta Aerea disse...

Belo post,tambem tenho um blog de aviacao sobee curiosidades,videos bacanas e noticias interessantes,deixo o link para quem quiser conferir,obrigado!

www.diretodatorre.blogspot.com

Carta Aerea disse...

Belo post,tambem tenho um blog de aviacao sobee curiosidades,videos bacanas e noticias interessantes,deixo o link para quem quiser conferir,obrigado!

www.diretodatorre.blogspot.com

José Carlos Fernandes Pereira disse...

Daniell Brasília,

Obrigado por estar sempre acompanhando nosso blog, espero que esteja sendo de utilidade para você.
Você já está coma CCT, ou seja, já passou na pova da ANAC? Se já,vc deve começar a colocar oseu currículo nas empresas aéreas,aeroclubes, empresas de manutenção aeronáutica, etc. A caminhada ébastante difícil sim, mas ela começa como primeiro passo e isso vc já fez quando fez o curso de manutenção de aeronaves. Saiba que a paciência e a persistência são duas características que toda pessoa que quer vencer em uma profissão deva ter. Acesse os sites da GOL,TAM,Azul, Webjet, Trip e coloque seu currículo.
Seja persistenteefique atento as oportunidades. Estamos elaborando uma coluna aqui no blog só para exposição de currículos.

Ricardo Baltar disse...

Olá José Carlos eu me chamo Ricardo Baltar e possuo CCT em GMP e Célula e estou cursando aviônicos na eapac e até o momento ainda não consegui vaga de estágio e nem vaga efetiva.Sei que sem experiência profissional na área é difícil ingressar,tenho o currículo cadastrado na grandes empresas de linha aérea e queria pedir a sua ajuda para me dar dicas de empresa em que posso enviar o meu currículo.

José Carlos Fernandes Pereira disse...

Ricardo, aguarde que em breve a TAP Manutenção e Engenharia irá abrir vagas para o programa de estágio. A EAPAC será notificada quando ocorrer a abertura das vagas.
Abraço