Simulados para a ANAC

Para aqueles que pretendem realizar estudos extras para preparação às provas da ANAC , indico uma visita ao blog do meu amigo Heinz http://hangardoheinz.blogspot.com/, pois há uma seção só de questões (simulados).

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Profissão: escolha ou imposição do mercado ?



Toda profissão antes de mais nada deve ser considerada como aptidão para determinada atividade. Muitas vezes a pessoa escolhe uma profissão baseada no salário que esta lhe proporcionará  e é claro que isto é um fator importante a ser analisado, mas não é o único. Quando escolhemos uma profissão devemos ter o cuidado de procurar algo com que nos identifiquemos, ou seja, algo em que  sabemos que podemos utilizar as nossas habilidades e que podemos realiza-las com prazer. Ora , como podemos saber em que atividade poderemos nos encaixar perfeitamente  sem antes experimentá-las ? Isso não é fácil ainda mais no país em que vivemos onde as escolas não sabem explorar as habilidades dos indivíduos ou orientá-los a uma carreira profissional baseada nas habilidades demonstradas durante a vida escolar. Geralmente o estudante pensa sempre em procurar uma carreira a qual lhe dará um maior conforto financeiro , mas nem pensa em algo que lhe dê prazer em fazer. Na verdade até pensa , mas a pressão de familiares e da sociedade acaba interferindo na sua escolha. Lógico que em um país como o que vivemos as profissões são cíclicas e as que estão em alta no momento podem, em pouco tempo, estar em baixa, pois devido a falência do nosso sistema de ensino e da falta de planejamento do governo, o mercado acaba ficando carente de determinados profissionais e com excesso de outros fazendo com que se crie um desequilíbrio, haja vista o que ocorre com algumas profissões como a de advogado onde foram formados vários profissionais em massa e hoje é uma profissão que não remunera tanto quanto antigamente, por outro lado faltam médicos, Pilotos, mecânicos de  manutenção de aeronaves  e demais profissionais das áreas técnicas . O governo brasileiro tem uma visão muito “embaçada“ no que se refere a projetos para o ensino profissionalizante. Nossos administradores sempre deixaram de lado a formação de profissionais para o atendimento a área técnica e isso fica a cargo basicamente do setor privado. É incrível termos um país em que a aviação é um dos meios que impulsionam esta nação e não temos cursos em escolas públicas voltados  para a formação de mecânicos, pilotos, comissários de voo e outros! Nosso Brasil tem um potencial muito grande para a aviação e não utiliza nem 30% dessa capacidade de crescimento. Penso que chegou a hora dos nossos políticos pensarem nessa possibilidade para que os estudantes possam também fazer melhores escolhas para a sua vida profissional. As vezes me pergunto quantas pessoas deixam de trabalhar na aviação simplesmente por falta de oportunidades ou de informação sobre a atividade aérea. No início  desta postagem eu falei sobre escolher a profissão pelo prazer que poderemos ter em demonstrar  nossas habilidades e não simplesmente pelo salário, mas como descobrir qual a profissão se não dão a oportunidade aos estudantes de experimentarem ou de conhecerem determinadas áreas do conhecimento ?  Ainda sonho com o dia em que os estudantes de ensino fundamental e do nível médio possam tomar conhecimento dessa área nas escolas públicas.

Nenhum comentário: