Simulados para a ANAC

Para aqueles que pretendem realizar estudos extras para preparação às provas da ANAC , indico uma visita ao blog do meu amigo Heinz http://hangardoheinz.blogspot.com/, pois há uma seção só de questões (simulados).

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Demissões na Embraer ainda causam polêmica


Um grupo de 46 trabalhadores demitidos no início deste ano pela empresa brasileira e alguns dirigentes sindicais sairam ontem (09/08) de São josé dos Campos(sede da Embraer) com destino a Brasília ( Capital Federal) para acompanhar o julgamento da demissão em massa (4300) feita pela empresa no início deste ano. O Julgamento será realizado pela Seção Especializada em Dissídios Coletivos do Tribunal Superior do Trabalho.

Para os metalúrgicos , este julgamento tem um grande significado para toda a classe trabalhadora, disse o presidente do Sindicato dos metalurgicos de São José dos Campos, Vivaldo Moreira Araújo. É o momento em que está sendo colocado em discussão a necessidade de se estabelecer regras mais rígidas para coibir demissões imotivadas, considerando o impacto social negativo no país.

Segundo o presidente do sindicato, os balanços divulgados após as demissões confirmam que a medida foi prematura. O balanço apresentado há duas semanas pela Embraer apontou um lucro de R$ 466 milhões durante o segundo trimestre deste ano, que foi maior 31% em relação ao mesmo período do ano de 2008.


Esta situação é mesmo polêmica, pois se a Empresa continua obtendo lucros consideráveis será que haveria a necessidade de demitir tantos trabalhadores?

Na semana passada executivos da empresa anunciaram em Lisboa, Portugal, que a Embraer tem a intenção de investir 148 milhões de Euros nesse país em instalações industriais na cidade de Évora. Como Brasileiro fico feliz por saber que uma empresa nacional tem horizontes a seguir , mas fico preocupado com o mercado interno,pois precisamos gerar empregos também em nosso território e não cortar postos de trabalho. Aliás, nos ultimos anos , para os admistradores, ficou muito fácil gerar lucro imediato nas empresas, cortar custos já ficou conhecido e instituido como necessidade de demitir funcionários. Creio que a demissão deveria ser o último recurso e não o primeiro. Entendo também que com o avanço tecnológico é natural que alguns dos postos de trabalho sejam substituídos por máquinas e, nesse caso, não se tem muito a fazer a não ser substituir o homem pela máquina, mas o governo tem que estar atento para criar uma estrutura no mercado de trabalho que permita aproveitar em outras áreas, que ainda não detém tanta tecnologia, a mão de obra demitida . É sem dúvida uma equação não tão fácil de resolver, mas os administradores do país estão sendo pagos para pensar pelo bem da população.

Uma ação em conjunto entre administradores de empresas e governo poderia ser um caminho para se obter bons estudos sobre qual a real necessidade de demissões em empresas estratégicas para o país.
Foto:Vista áerea das instalações da Embraer em S.J. dos Campos (http://aviaorevue.terra.com.br

Um comentário:

Anônimo disse...

Pena que esse julgamentos não dê em nada. Mas por outro lado, as empresas aqui no Brasil sofrem com o descaso do governo em relação aos tributos exagerados que são cobrados e que se fossem menores poderiam garantir mais empregos.