sábado, 28 de março de 2009

TAP M& E Brasil. Surge um novo gigante da manutenção aeronáutica.




A antiga diretoria de manutenção da VARIG passou por vários processos de reestruturação, virou unidade de negócios, ganhou autonomia como empresa de manutenção, foi vendida para o consórcio Aero Luso-Brasileiro, depois repassado a TAP Manutenção e Engenharia de Lisboa e hoje se transformou em TAP Manutenção e Engenharia Brasil S.A sendo uma das maiores empresas de MRO ( Maintenance Repair Overhaull) do mundo. A carteira de clientes da nova empresa ainda é pequena em relação a sua capacidade de produção, mas há tendências em um aumento gradativo de novos clientes.
Hoje a empresa possui dois grandes centros de manutenção, um no Rio de Janeiro e outro em Porto Alegre com cerca de 1700 funcionários altamente qualificados (somatório das duas bases). Possui certificações das diversas autoridades de aviação civil como o FAA , a EASA , DNA, INAVIC, ANAC, DGAC , etc. A TAP M&E Brasil S.A já trabalha na manutenção de aeronaves da família Airbus como as frotas A300, A310/300-600, A320, A330/340, toda a frota Boeing e também algumas aeronaves da Embraer como o EMB 120 , ERJ 135 , ERJ145 , ERJ 170/190.
A “nova” empresa de manutenção aeronáutica é estrategicamente muito importante para a cidade do Rio de Janeiro e para o Brasil, pois clientes do mundo inteiro poderão vir para cá com suas aeronaves e gerar empregos e recursos para a nossa região. Uma empresa deste porte merece atenção especial das autoridades brasileiras para que proporcionem os bens de capital necessários para o desenvolvimento da área ao redor deste empreendimento.
Apesar da crise mundial, as expectativas de um bom futuro são cada vez mais fortes já que o pior parece já ter passado e as calmarias já apontam no horizonte. A empresa está muito bem localizada próximo ao aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim-Galeão e possui um parque industrial altamente equipado e preparado para atender ao diversos níveis de manutenção exigidos para vários tipos de aeronaves e componentes.
Todos torcemos para que este empreendimento cresça cada vez mais e que ajude a aumentar a confiabilidade na aviação civil brasileira.

3 comentários:

Anônimo disse...

É uma pena q varios técnicos e mecânicos sairam desta empresa por varias razões princapalmente por salarios, o portuqueses compraram a empresa barato c/ financiamento do BNDES, não investiram em quase nada ,se hoje um funcionario entrar na empresa ñ vai saber o que foi a Varig e hoje na mão dos portuqueses esta sucateada e sugando tudo q pode e diz que a sitação esta ruim,eles administraram mal .A ultima colonia de portugal no Brasil.

Anônimo disse...

Sr Fernandes deixe os comentarios por pior q eles sejan não os retire-os a nossa empresa ñ vai nada bem há muito tempo e com administrando só piora muitos ganham mal ,certo seria venderem a empresa p/ quem tem disposição de investir.
Aquele abraço.

José Carlos Fernandes Pereira disse...

Prezado Anônimo,
Não costumo tirar os comentários dos meus leitores , mas quando deixar um comentário peço que a pessoa se identifique, pois por segurança só costumo postar os comentários daqueles a quem poderei dar algum tipo de resposta.
Este espaço foi idealizado para comentários construtivos que ajudem a melhorar sempre a nossa aviaçaõ civil. A TAP ME Brasil está apenas começando e por isso devemos dar um voto de confiança nesta nova fase da reestruturação da empresa. A crise é geral e claro não se pode negar que muitos administradores tem cometido muitos erros, mas a esperança é a ultima que morre.
Obrigado por sua participação e continue com seus comentários.